Páginas

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Prematuridade - Tema da Folha de S. Paulo 19/12/11


Hoje estou muito feliz! Pois, cada vez mais o assunto sobre bebês prematuros são divulgados. Acredito que muitas mães que estão hoje em uma UTI Neonatal saberá que a sua fé e esperança é o alimento fundamental para os seus bebês.
Folha de S.Paulo - Prematuro
(http://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/1023407-tive-medo-de-que-estivesse-faltando-algo-no-bebe-diz-mae.shtml)r

domingo, 11 de dezembro de 2011

Batizado da Mariana

Hoje foi o dia mais importante na vida da Mariana. Foi o batizado dela exatamente após 9 meses do seu nascimento, 11/12/12. Foi emocionante do começo ao fim. A cada segundo da cerimônia lembrava do nascimento dela e de cada situação dentro do hospital. Da minha esperança de encontrar um final feliz! E hoje compartilhar com todos e apresentar para a comunidade foi inesquecível. Acredito que para todos os amigos e parentes que estavam conhecendo pela primeira vez a Mariana. Sim, essa data foi especial para todos nossos amigos que puderam conhecer, pegar, beijar, abraçar a Mariana. Até aquele momento fiz o que foi recomendado pelos pediatras neotanal, quanto as visitas e contatos com as pessoas. Foram 4 meses após sair do hospital sem contato com ninguém, apenas com os avós e olha lá! Mas valeu a pena! Viva a Mariana e a nova data de nascimento....nascimento para Cristo!
Abraços,

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Apresento o menino Jesus!

Um presente que Deus nos deu foi uma M.A.E (mãe amor extremo) chamado Maria! Ela se fez instrumento das vontade de Deus e como amor de mãe estava sempre ao lado do seu filho Jesus. E nessa primeira semana do Advento, ou seja,  preparação para a chegada do Natal nas próximas 4 semanas, corri para a 25 de Março para comprar os enfeites para decorar o estudio (minha empresa) e a minha casa. Fui logo cedo na segunda-feira para resolver a questão, minha irmã Ana ficou com a Marina e pau no gato...corri para 25. Após as compras faltou um detalhe da guirlanda (que tem a simbologia do amor infinito de Deus). Faltava o menino Jesus, sei lá...queria colocar o menino Jesus na Guirlanda ( se combina ou se pode eu não sei), mas enfim, a questão é que passei em 5 lojas da 25 que vende apenas enfeites natalinos e nenhuma tinha o menino Jesus. Mas papai Noel, anjinhos e outros enfeites tinha de baciada. Foi guando percebi o comentário do Padre Eduardo na missa de domingo: -"Jesus não nascerá para muitas pessoas neste Natal!". E realmente, é triste saber que o mais importante do Natal esta sendo deixado de lado. Por isso, tenho investido tempo para fazer leituras religiosas para Mariana,  levo ela para missa para ela saber que o importante acima de tudo e todos é o AMOR DE DEUS.
Forte abraços a todos e Jesus no coração!

sábado, 26 de novembro de 2011

Meu primeiro resfriado. Serão os dentes que estão nascendo?

Fazem 5 dias hoje que a Mariana pegou um resfriado. Começou com um febrão de 38,5ºC e depois com tosse e nariz entupido. A primeira coisa que pensei foi: " Onde foi que eu errei?" Não lavei as mãos, não lavei direito os utensílios dela, não limpei, espirrei nela. Babarão nela, o virús abraçou ela rsrsrr. Que loucura é essa mulher? Quando a fisioterapeuta Marcela, disse: "Hi, acho que ela vai ficar resfriada!" Eu logo disse em voz alta sem perceber: -"Ai meu Deus!" Como se fosse a pior coisa do mundo. Então comecei a pensar, bom ela estava babando pra caramba antes do febrão. Ah! Bingo! São os dentes, já tinha ouvido falar que a criança fica mal e coisa e tal. Mas lendo uma reportagem sobre o nascimento dos dentes percebi que o primeiro resfriado (http://brasil.babycenter.com/baby/saude/resfriado/)  e o nascimento não tem relação eles acontecem meio que sem querer ao mesmo tempo. Ou seja, foram virus mesmo que abraçou a Mariana, credo! Esses dias tive que limpar o nariz da Mariana para tirar o "melado" ai percebi que ela é forte. Pedi ajuda para meu esposo, parecia estratégia de guerra, segura os braços e coisa e tal...Fiquei besta, dois marmanjos segurando um bebê. Que coisa! Além do resfriado, uma novidade boa! A Mariana faz festa quando abro a porta de casa e vou a caminho do elevador. E quando abre a porta do elevador ela manda mais um grito! É muito engraçada. Bom, hoje tem festinha para ela participar. Será o segundo aniversario deste ano que ela vai. Vamos curtir a festa da Fernandinha.

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Descobri meus pés e meus dedinhos!

Como é divertido ver a Mariana descobrindo as coisas! Num instante de tempo e já passaram 8 meses do nascimento dela. Estes dias me chamou a atenção como a Mariana olhava para as mãozinhas. Era engraçado que ela olhava para as mãos e mexia os dedinhos com uma curiosidade. Mas as descobertas não param, ela descobriu os pés e percebeu que eles podem ajuda-la a pegar um brinquedo que esta mais próximo dela. Achei o máximo e pensei comigo: -"Tenho que treinar meu olhar para descobrir coisas fantasticas todos os dias!" Como é difícil prestar atenção em coisas simples e fantasticas quando temos que olhar para tudo, organizar, planejar e principalmente administrar o tempo. Quero fazer um monte de coisas e o sentimento que tenho é de patinar sem sair do lugar. Estou na briga para me reorganizar quero tudo mas sei que tenho que fazer escolhas. Qual é a minha descoberta do dia? Amo ser mãe, mas sei que vou ter que descobrir uma forma para recomeçar a vida profissional.  

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

11/11/11 Dia mais que especial. Mariana completa 8 meses!

Vou começar este post com este vídeo:

Tudo vale a pena! Já dizia o poeta. Eu retomei este blog. Na verdade não sabia o que fazer... continuarei passando minhas experiencias de mãe ou simplesmente esquecerei de tudo isso. Foi quando nestas navegações pela internet que fazemos e não sabemos onde paramos. Sim! Porque começo pelo facebook e quando vejo estou no Youtube ou blogs. Vai entender?! Mas vamos lá, estava nessas buscas sem saber bem do que.  Parei no blog que estava comemorando 1 ano de existencia. Era de uma mãe blogueira. Achei interessante e comecei a ler, fiquei com vontade de deixar um recado e bummmm tudo começou. Foi no blog maedeguri.blogspot.com (Angi). E ela retornou o meu comentario falando que deveria continuar. E uma frase que ela postou que ficou martelando em minha cabeça: " Ei se você aí está na dúvida de fazer um blog, eu aconselho, é praticamente uma terapia gratuita." Foi quando vi que tinha um monte de mãe que faz sua terapia no blog, então vamos continuar,rsrsrs.
Hoje é um dia especial, Mariana esta completando 8 meses de idade e nos ultimos 6 meses em casa, tive que aprender a fazer a correria de mãe. No começo foi meio complicado, pois não podia receber visitas de jeito maneira. Como disse o médico da Mariana que cuidou dela na UTI: -" Quando ela sair daqui fica por conta e risco seu." Não precisa dizer mais nada né! Comprei briga com avós, tios  e por ai a fora! Mas estamos numa outra fase. Uma delas é cuidar da agenda de médicos da Mariana, sim! Por ser prematura extremo exigiu uma serie de especialistas (Neuro pediatra, endocrino, fisioterapeuta, fono, otorrino, pediatra e Terapia Ocupacional).  E tenho aprendido muitas coisas com a Fisioterapeuta por exemplo, não sabia que era importante o bebê trocar o brinquedo de mão. Segundo a fisioterapeuta Marcela esse movimento é muito complicado. Hoje presto atenção em tudo que ela faz, para onde ela olha, como ela pega os objetos, como ela se movimenta no chão. Ah! É importante a criança ficar no chão para se movimentar melhor, coisa da fisio!
Bom, estou de volta e agora digam ao povo que FICO!

domingo, 30 de outubro de 2011

Salmo 117

1 Aleluia. Louvai ao Senhor, porque ele é bom; porque eterna é a sua misericórdia. 2 Diga a casa de Israel: Eterna é sua misericórdia. 3 Proclame a casa de Aarão: Eterna é sua misericórdia. 4 E vós, que temeis o Senhor, repeti: Eterna é sua misericórdia. 5 Na tribulação invoquei o Senhor; ouviu-me o Senhor e me livrou. 6 Comigo está o Senhor, nada temo; que mal me poderia ainda fazer um homem? 7 Comigo está o Senhor, meu amparo; verei logo a ruína dos meus inimigos. 8 Mais vale procurar refúgio no Senhor do que confiar no homem. 9 Mais vale procurar refúgio no Senhor do que confiar nos grandes da terra. 10 Ainda que me cercassem todas as nações pagãs, eu as esmagaria em nome do Senhor. 11 Ainda que me assediassem de todos os lados, eu as esmagaria em nome do Senhor. 12 Ainda que me envolvessem como um enxame de abelhas, como um braseiro de espinhos, eu as esmagaria em nome do Senhor. 13 Forçaram-me violentamente para eu cair, mas o Senhor veio em meu auxílio. 14 O Senhor é minha força, minha coragem; ele é meu Salvador. 15 Brados de alegria e de vitória ressoam nas tendas dos justos: 16 a destra do Senhor fez prodígios, levantou-me a destra do Senhor; fez maravilhas a destra do Senhor. 17 Não hei de morrer; viverei para narrar as obras do Senhor. 18 O Senhor castigou-me duramente, mas poupou-me à morte. 19 Abri-me as portas santas, a fim de que eu entre para agradecer ao Senhor. 20 Esta é a porta do Senhor: só os justos por ela podem passar. 21 Graças vos dou porque me ouvistes, e vos fizestes meu Salvador. 22 A pedra rejeitada pelos arquitetos tornou-se a pedra angular. 23 Isto foi obra do Senhor, é um prodígio aos nossos olhos. 24 Este é o dia que o Senhor fez: seja para nós dia de alegria e de felicidade. 25 Senhor, dai-nos a salvação; dai-nos a prosperidade, ó Senhor! 26 Bendito seja o que vem em nome do Senhor! Da casa do Senhor nós vos bendizemos. 27 O Senhor é nosso Deus, ele fez brilhar sobre nós a sua luz. Organizai uma festa com profusão de coroas. E cheguem até os ângulos do altar. 28 Sois o meu Deus, venho agradecer-vos. Venho glorificar-vos, sois o meu Deus. 29 Dai graças ao Senhor porque ele é bom, eterna é sua misericórdia. 

sábado, 15 de outubro de 2011

Capitulo Final - Enfim em casa!

Faltava pouco para sair do Hospital mas tinha só um detalhe que estava facil de resolver. Amamentar a Mariana pela primeira vez no peito e esperar que ela conseguisse sugar, respirar e engolir. Para prematuro tudo é mais complicado, rsrrr Ou faz uma coisa ou faz outra, decidem!
Foi engraçado a primeira vez que amamentei a Mariana, tinham 4 pessoas para me ajudar: Uma ajudava a ter coordenação (Silmara) para segurar a Mariana, a outra (Lourdes) me ajudava  segurando a mangueira  do oxigenio e duas enfermeiras (Elisangela e Viviane) na torcida para dar certo.
Foram alguns dias e pronto ela pegou o jeito da coisa. Só faltava respirar sem auxilio do oxigenio. 
Oximetro
No dia que ela ficou um dia inteiro sem usar a mascara de oxigenio fiquei tão feliz que a pedido da Tec.Enfermargem Lais, fiz uma foto do oximetro marcando 100% , ou seja, a Mariana estava livre!
O apoio da equipe do Hospital Santa Catarina foi muito importante para superar todas as fases que a Mariana, um prematuro extremo, teve que passar. A fé em Deus era minha ferramenta mais preciosa para minhas atividades no hospital que começavam as 6:00 da manha e terminava as 23:00 todos os dias durante os 75 dias. Nós ultimos dias que passei no hospital ficava pensando em tudo que passamos (meu esposo e eu) e tudo que aprendemos e superamos. A primeira vitoria foi perder o medo de "perder" a luta, mas Deus nos tornou vitoriosos. Num dos ultimos dias estava na sala da ordenha sozinha e pensando em tudo isso que escrevi neste blog. E então lembrei de uma música que cantava nos retiros do grupo de jovens que participava quando tinha meus 14 anos. E a letra fez muito sentido após 18 anos que ouvi pela primeira vez a música. Na tentativa de cantar esta música para a Leticia (nuticionista) que estava na sala eu não conseguia, pois a emoção era muito grande só sabia chorar....Era mais ou menos assim:

A Viagem
Músicas Católicas
Eu vim de longe para encontrar o meu caminho tinha um sorriso
E o sorriso ainda valia achei difícil a viagem até aqui, mas
Eu cheguei, mas eu cheguei.
Eu vim depressa eu não vim de caminhão eu vim a jato neste
Asfalto e neste chão achei difícil a viagem até aqui mas eu
Cheguei, mas eu cheguei
Eu vim por causa daquilo que não se vê vim nu descalço sem
Dinheiro e na pior achei difícil a viagem até aqui, mas eu
Cheguei, mas eu cheguei
Eu tive ajuda de quem você não acredita
tive a esperança de chegar até aqui vim
caminhando aqui estou me decidi, eu vou ficar, eu vou ficar


Na ultima semana sai com a camera fotografica para tirar foto da equipe. Consegui de algumas pessoas, era só alegria mesmo!
Positivista Lais, acreditou que sairia sem precisar de aparelhos (Oxigenio) Deu Certo!

Da esq. para direita sentadas Daysa, Debora, em pé Lais e Rose

Dra Laura e meu pai Flávio

Da esq. para direita: Irene, Rita, Mamae e Eu, Aline

Solange que cuidava de mim na madruga

Dra. Maria Cristina que tanto correu atras de resultados!

Trio da Tarde: Silma, Lourdes e Rose

Dra. Tatiana que me ajudou 

no meu nascimento!

Doce Daysa

Querida Rose!

Fisioterapeuta Camila!

Audenice e Kely

Animadissima Elisangela!

Fisi Juliana

Esq. para direita: Sandra, Elisangela, Silmara e Sheila.

Esq. para direita Silmara, Glorinha, Elisangela e Sandra

Cintia e Elisangela

Fisio Fabiola


Trem da Alegria: Rejane, Lilian,Nadir e Andra!

Esq. para Direita: Leticia, Lilian, Cilene eu e mamãe.

Cilene e eu

Fisio Leticia e Eu.
Eu agora assumo o compromisso em passar informações de cuidados para prematuro. Quando sai do hospital eu e meu esposo tivemos orientações dos pediatras de como cuidar da Mariana nos primeiros seis meses em casa!  E tivemos vários desafios. O primeiro era evitar visitas inclusive dos avós no primeiro mês. Ai, ai, ai, ai, ai deu pano para manga. Mas deu tudo certo!
Forte abraço a todos que acompanharam a historia da Mariana até o momento. A todos que se emocionaram com os meus relatos, muito obrigada pelos email,mensagens no facebook e aqui no blog. Espero que vocês possam compartilhar esta experiencia de vida com amigos que estão passando por este momento. Envie uma mensagem no email deste amigo dizendo:
ACREDITE POIS DEUS É MAIOR E ELE ESTA COM VOCÊS!
Até breve,


quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Capítulo 12 - Minha primeira roupinha!

Minha primeira roupinha
Após a cirurgia para correção do canal arterial a minha pequena Mariana estava muito bem. Eu comentava com as outras mães que estava começando a enxergar a luz no fim do túnel. O que me preocupava no momento era a voz da Mariana que ao chorar não emitia nenhum som. Esperei os 15 dias conforme os médicos haviam comentado e aos poucos o choro dela ia aumentando. Num belo dia de manhã, recebi a noticia da Chefa de Enfermagem, Marcia,  que provavelmente a Mariana iria sair da incubadora. Eu imaginava que ela iria sair de lá para casa. Mas a Marcia tinha explicado que não podia ser desta maneira, pois a vida dentro de uma incubadora é totalmente diferente e que a Mariana deveria passar pela adaptação. Fiquei super feliz em saber disso, pois se a Mariana fosse para o berço comum, eu estaria mais próxima dela, podendo pega-la e trocá-la. No mesmo dia algumas horas depois a enfermeira Viviane veio com a noticia que seria naquele mesmo dia a transferência da Mariana para o berço comum.  Fiquei tão emocionada, eu já estava esperando por esse dia e por isso coloquei as roupinhas dela na minha bolsa e todos os dias levavam para o hospital. Foi muito bom poder dar o primeiro banho na Mariana, estava concentrada em fazer tudo certinho para não
machucá-la. Ela usava a sonda para comer então tinha que tomar o cuidado para não puxar. Deu tudo certo e foi ótimo ver a Mariana no berço. Esperei a visita dos avôs que era sempre as 16h00minhs para eles verem com os próprios olhos que a Mariana estava bem. Agora estávamos na reta final, e para alcançar a linha de chegada a Mariana teria que aprender a mamar nos seios ou mamadeira e a respirar sem auxilio do oxigênio (que ficava ao lado do berço dela). Quando tudo andava para o caminho final, percebi que tinha algo errado, pois em um dia as enfermeiras trocaram três vezes o oximetro (mede o batimento cardíaco e respiratório). As quedas eram muito rápidas, mas não sabiam se era o aparelho ou a Mariana que provocava as quedas dos índices, chegando até 30 batimentos por minutos (índices de criança que já esta parando). Foi quando eu percebi que a Mariana forçava para respirar emitia um som como se tivesse asma, e na seqüência o aparelho apitava avisando a queda. Ou seja, ela estava tendo algumas paradas respiratórias. Avisei as enfermeiras e logo a Dra. Cristina e a Dra. Vera pediram alguns exames de sangue para verificar se era anemia, ou se seria necessário fazer transfusão de sangue.
Bom... Graças a Deus não era anemia, pois passar por mais uma transfusão de sangue era o que eu não desejava naquele momento. Sei lá, só de pensar que iria ter que achar a veia da Mariana e para isso teriam que furar, cutucar ai ai ai! Então foi levantada a suspeita que ao entubar a Mariana para realizar a cirurgia, possivelmente poderia ter machucado a laringe ou as cordas vocais. Então foi marcado o exame de laringoscopia para a Mariana. No dia do exame não sai de perto do berço da Mariana, não queria estar longe dela. A médica ao chegar à UTI me explicou o procedimento do exame. A Mariana não seria sedada, pois ela precisava chorar para ser mais bem avaliada. Na sala estavam às pediatras Dra Cristina e Dra. Fátima a Tec. Enfermagem Kely e eu. A Mariana ficou no meu colo sentada, e a médica pediu para segurar um tubo na boca da Mariana para que ela passasse um cabo, que tinha uma lente de aumento na ponta, até a garganta da Mariana. Quando começou o exame a Mariana chorava muito. A Kely controlava o oxigênio, a Dra. Cristina segurava o aparelho de oxigênio, Dra. Fátima acompanhava o exame e a médica responsável pelo exame começava a executar a avaliação. Eu fiquei tão nervosa que apertava os dentes. A Dra Cristina me avisou que eu não precisava ficar que elas poderiam  fazer o exame.
 
”Mas na hora respondi para mim em silencio: -” Eu tenho que ficar aqui do lado dela, é o mínimo que posso fazer. “Se ela esta passando por tudo isso eu quero estar do lado, não seria covarde de dar as costas para ela.” Bom terminado o exame, a médica me explicou o que vi para falar a verdade eu não entendi nada. Eu estava com medo que a Mariana iria ficar muda. Então esperei meu esposo Flávio chegar para pedir novas explicações. A Dra. Cristina explicou e mais 10 pessoas até que um dia eu entendi que um lado ficou machucado devido a entubação e que só o tempo iria dizer os próximos passos. Fé em Deus estamos na reta final e com certeza ele estava conosco.
Tem mais coisa pela frente só falta a parte da amamentação e desmamar do oxigênio. Ufa!